Quem sonha não tem morada, porque os sonhos franqueiam-nos a entrada em todas as portas...E os meus sonhos levam-me a ti.... AMO-TE ROSÁRIO.

.posts recentes

. Foi sempre amor...!

. O dia D...

. Gosto de ti simplesmente ...

. Último post !

. Porquê?

. ...

. Boas férias!!

. Pedido de desculpa

. Desculpa Rosário!!

. am@-te Rosário

.arquivos

. Janeiro 2009

. Outubro 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

Quinta-feira, 8 de Janeiro de 2009

Foi sempre amor...!

 

O teu silêncio silencia-me, sinto-me a mergulhar no silêncio, não vou derramar uma lágrima, elas que se derramem por si. Não morro por sentir, mas vivo por te amar. Amo-te mais do que tudo o que sinto, tudo o que sinto é mais do que sou, tudo o que és é o que eu sou. Amo-te mais e grito, tudo o que sinto não é grito, nunca foi grito, foi sempre amor!


publicado por Eu às 16:47

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Quinta-feira, 30 de Outubro de 2008

O dia D...

Dia 16 de Outubro foi o dia D, o dia em que decidi contar-lhe....

 

Já está! Foi dificil, saiu um bocadinho a saca-rolhas, mas saiu. Fiz o que tinha de fazer, o que PRECISAVA de fazer. Isto tinha de acabar...

Foi difícil, com muitos nervos e mãos suadas à mistura, mas não tãaaaao difícil como eu pensava... mas também não disse quase nada do que queria dizer. Disse apenas que era eu quem te mandava as mensagens a dizer que te amava. Tu ficaste sem palavras, não estavas à espera, eu sei! Disseste que eu preciso de apanhar ar, para arejar as ideias e "limpar" a cabeça. Por outras palavras disseste para te esquecer. E é isso mesmo que eu tenho de fazer... Disseste também que não irias ficar chateada, porque não te chateias com ninguém, que irias apenas fazer o teu juizo de valor... e isso foi o que mais me preocupou.

Mas enfim, tenho de estar preparada para o que vier.

Acima de tudo estou em paz comigo mesma, pois fiz aquilo que tinha de fazer...

 

Ontem, dia 29 de Outubro, foi o primeiro dia que te vi depois da nossa "conversa séria sobre um assunto delicado" e digo-te que quando dei com os olhos em ti fiquei sem pinga de sangue. Voltaram os nervos e as mãos suadas, nem consegui olhar para ti. Recordo aquele "Olá boa noite" e aquele sorriso... como que a dizer-me que podia olhar e falar para ti sem medo, que não estavas zangada comigo.

Posso dizer que estavas igual, o teu comportamento não mudou em relação a mim. O meu é que mudou em relação a ti, não consegui olhar-te...não porque tenha medo ou vergonha, mas porque embora lute com todas as minhas forças para te esquecer, o meu sentimento por ti continua igual.

Tenho de continuar a "apanhar ar"...

 

sinto-me: apaixonada, como sempre...

publicado por Eu às 11:37

link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 16 de Outubro de 2008

Gosto de ti simplesmente porque gosto...

Seis meses se passaram desde a última vez que escrevi um post. Um ano se passou desde que criei este blog para ti.. E durante todo este tempo nada mudou... continuo a amar-te mais do que a mim própria, continuas a ser a primeira coisa em que penso quando acordo, continuas a fazer parte de mim... vais sempre fazer parte de mim. Eu amo-te Rosário e só queria que adivinhasses o quanto eu gosto de ti....

 

Esta música do André Sardet poderia ter sido escrita por mim, pois nela está um bocadinho da minha história contigo. Acho a música simples, mas linda...

 

sinto-me: amo-te
tags: ,

publicado por Eu às 12:50

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

Sábado, 12 de Abril de 2008

Último post !

 

Não vale a pena continuar.... Tudo não passou de um sonho, de uma ilusão.

E "todos os sonhos trazem com eles um despertar". Chegou a hora do meu despertar.

Mas continuo sem perceber o que se passou, Rosário. Não sei o porquê da tua mudança repentina, não consigo perceber... Só sei que me evitas, que nem sequer queres falar comigo, que finges que não me vês quando passas por mim...

Sei também que merecia, pelo menos, uma explicação ou "qualquer outra coisa" sobre o que se passou para estares a agir assim, mas tu é que sabes... não te posso obrigar a contar-me, nem me posso continuar a iludir. Chegou o fim de uma .... (nem sei como lhe chamar...) que nem sequer chegou a começar.

Sendo assim, este blog não faz mais sentido, embora me custe imenso, pois é sempre difícil dizer adeus!

Mais uma vez recordo toda a nossa "história" e digo-te Rosário que cada vez a entendo menos. Recordo aquele dia, em Setembro, em que afirmaste convicta que eu nunca te iria esquecer. Recordo aqueles dois dias, em Janeiro, em que jurava que era amor que via nos teus olhos. E agora... recordo a tua indiferença há duas horas atrás...porquê Rosário??

sinto-me: Triste
tags: ,

publicado por Eu às 23:00

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Sexta-feira, 11 de Abril de 2008

Porquê?

 

Porquê Rosário??

Porque é que me tratas assim?

tags:

publicado por Eu às 22:21

link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 5 de Abril de 2008

...

sinto-me: com vontade de te ver...

publicado por Eu às 15:58

link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 31 de Março de 2008

Boas férias!!

 

 

BOAS FÉRIAS ROSARINHO!!...

 

 

sinto-me:

publicado por Eu às 13:09

link do post | comentar | favorito
|

Pedido de desculpa

Pedi-te desculpa (mas não disse nem metade daquilo que te queria dizer...), tu coraste. Disseste que percebias que há dias em que as pessoas estão menos bem e que não estavas zangada, mas eu sei que estavas.

Aliás, tu estás diferente desde que fomos tomar café (faz hoje 2 meses)... nunca mais me trataste da mesma forma e raramente me conseguiste voltar a olhar do mesmo modo. Dizes que não. Negas que estás zangada. Estarei enganada então? Não creio! Tu estás diferente...

Há quem diga que sou cega, lenta de raciocínio, que não vi que tu também depositavas expectativas naquele café. Esperavas uma declaração?

Eu esperava um sinal que me dissesse que me podia declarar sem medo. Tu não me deste o sinal, ou deste e eu não vi...(houve aquela conversa de comprares umas calças para arranjar um namorado e ficaste a olhar para mim, à espera da minha reacção...)

Era esse o sinal?

Eu não me declarei, nem te dei uma pista do meu amor por ti.

Depois vem a história do "meu namorado". Sempre o meu namorado (QUE NÃO EXISTE!), estavas sempre a falar dele e a perguntar por ele. Era outro sinal? Querias que te dissesse: - Rosário não há nenhum namorado, é a ti que eu amo!

Era a verdade que querias que eu dissesse?

Era a verdade que eu devia ter dito!

Eu amo-te!

Mas não, menti-te, disse que havia um namorado e estraguei tudo...

Disse aquilo a brincar, mas tu não percebeste a brincadeira.

Agora estás diferente, e mais uma vez a culpa é minha!

Deviamos começar de novo. Será possível? Será que ainda vou a tempo para te dizer que te amo, que sempre te amei, desde aquele dia  em que te vi pela primeira vez?

sinto-me:

publicado por Eu às 12:39

link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 27 de Março de 2008

Desculpa Rosário!!

Hoje sinto a necessidade de te pedir desculpa.

Desculpa pela forma como te respondi ontem, não devia ter-te falado daquela maneira...

Desculpa pela forma como, às vezes, te trato... sei que, por vezes, as minhas atitudes não são coerentes com o meu sentimento por ti... Eu queria que soubesses que te amo, mas tenho atitudes que decerto te levam a pensar o contrário. Nem eu sei porquê...Mas eu sou estranha ao ponto de tratar mal as pessoas de que mais gosto... Desculpa!

De certa forma culpo-te por não saberes que te amo e por ter de viver em silêncio este meu amor. Mas a culpa é minha porque nunca tive a coragem para te contar e porque nem sequer consigo demonstrar de forma clara o que realmente sinto. A culpa é minha por não querer admitir que entre nós não pode existir nada...há demasiadas barreiras...A culpa é minha por querer de ti algo impossível.

 

Não sei se algum dia vais ler o que aqui tenho escrito ao longo destes meses, nem se algum dia vais saber que existe um blog que te é dedicado, mas queria que soubesses que és alguém muito especial para mim, que desde o primeiro dia foste mais que uma simples colega de trabalho, que me encantei pela tua maneira de ser, que me apaixonei por um olhar e que hoje te amo sem saberes.

Hoje peço-te desculpa (aqui, e mais logo pessoalmente se lá estiveres), pois não quero que existam entre nós mal-entendidos, que te levem a pensar que eu não gosto de ti quando a verdade é que eu te amo.

sinto-me: triste.

publicado por Eu às 14:50

link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 23 de Março de 2008

am@-te Rosário

Talvez por seres assim

tão diferente de mim,

ou por me teres mostrado

de modo despreocupado

que o amor nem sempre traz

a serenidade e a paz.

Amo-te mesmo sabendo

que trouxeste inquietação

que me deixas em agonia

na busca de uma certeza

que ninguém me pode dar

           (só tu...)

Amo-te

amar-te é um sonho

mas sei que todos os sonhos

trazem com eles um despertar...

 

sinto-me:
tags: ,

publicado por Eu às 17:01

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.tags

. todas as tags

.favorito

. Queria...

. ouvir o olhar...

. Queria....

. Amo-te!!!

. Adoro-te!

. Amar(te)

. Como se faz durar um amor...

. Amo-te .... porque TE AMO

. am@-te Rosário

.links

.Fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds